Frases do filosofo Pierre Lévy

Frases do filosofo Pierre Lévy

 Frases do filosofo Pierre Lévy

Pierre Lévy nasceu numa família judaica. Fez mestrado em História da Ciência e doutorado em Sociologia e Ciência da Informação e da Comunicação, na Universidade de Sorbonne, França. Trabalha desde 2002 como titular da cadeira de pesquisa em inteligência coletiva na Universidade de Ottawa, Canadá. É membro da Sociedade Real do Canadá (Academia Canadense de Ciências e Humanidades).

Desenvolveu o termo "Inteligência Coletiva", um princípio onde as inteligências individuais são somadas e compartilhadas por toda a sociedade, potencializadas com o advento de novas tecnologias da informação e comunicação, como a Internet.

Em seu livro A Revolução Contemporânea em matéria de Comunicação, Lévy faz uma análise da evolução da humanidade, abordando o desenvolvimento da Internet e a digitalização da informação.
Obras

Em português
As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. 1. ed. Lisboa: Instituto Piaget, 1992. 263 p.
As árvores de conhecimentos. São Paulo: Escuta, 1995. 188 p. (em co-autoria com Michel Authier)
O que é o virtual? São Paulo: Editora 34, 1996. 160 p.
A ideografia dinâmica: para uma imaginação artificial? Lisboa: Instituto Piaget, 1997. 226 p.
A ideografia dinâmica: rumo a uma imaginação artificial? São Paulo: Loyola, 1998. 228 p.
A máquina universo: criação, cognição e cultura informática. São Paulo: ARTMED, 1998. 173 p.
Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 1999. 260 p.
A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. 3. ed. São Paulo: Loyola, 2000. 212 p.
O Fogo Liberador. São Paulo: / Iluminuras, 2000.
Filosofia world: o mercado, o ciberespaço, a consciência. Lisboa: Instituto Piaget, 2000. 212 p.
A Conexão Planetária: o mercado, o ciberespaço, a consciência. São Paulo: Editora 34, 2001. 189 p.
Ciberdemocracia. Lisboa: Instituto Piaget, 2003. 249 p.
O Futuro da internet: em direção a uma ciberdemocracia planetária. São Paulo: Paulus, 2010. 258 p. (em co-autoria com André Lemos)
Em francês
La machine univers, Paris: La Découverte, 1987
Les technologies de l'intelligence. Paris: La Découverte, 1990.
L'idéographie dynamique. Vers une imagination artificielle ?. Paris: La Découverte, 1992.
De la programmation considérée comme un des beaux-arts. Paris: La Découverte, 1992.
Les arbres de connaissances, Paris: La Découverte. 1993
L'intelligence collective. Pour une anthropologie du cyberespace. Paris: La Découverte, 1994.
L'universel sans totalité. In: Magazine Littéraire. 1966-1996. La passion des idées, 1996.
Cyberculture. Paris: Odile Jacob, 1997.
Qu'est-ce que le virtuel ?. Paris: La Découverte, 1998.
World Philosophie (le marché, le cyberespace, la conscience) . Paris: Odile Jacob, 2000.
Cyberdémocratie (Essai de philosophie politique). Paris: Odile Jacob, 2002.
La sphère sémantique - Tome 1, Computation, cognition, économie de l'information. Paris: Hermès, 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário